Linux: uma primeira visão

Bom, estou fazendo uma besteira(?): peguei um dos pcs que tinha aqui sobrando (sim, tenho mais de um pc em casa e sobrando), e resolvi instalar o Linux. Qual distribuicao? Bom, foi dificil escolher, mas peguei a mais básica: Zenwalk. Ninguem deve ter ouvido falar, porém estou gostando.

Algumas curiosidades descobertas até entao:

  • Pode-se fazer uma lista de wallpapers e em cada log ele muda de wallpaper.
  • Internet: Iceweasel/Firefox não muito agradavel. Idem para o Icedove/Thunderbird. Porém, as instalações do Firefox 3 e do novo Thunderbird são muito tranqüilas. Já vem com um configurador de internet (como se fosse a central de rede do windows, mas com os comandos principais mais fáceis de se achar).
  • Resolução: detecta automaticamente monitores wide, ao contrário de algumas outras distribuições das quais eu ouvi falar que dava alguns problemas – facilmente resolvidos pela instalação deste patch.

 

Até agora tem se mostrado um sistema mais estável de fato do que o Windows, porém é um tanto dificil pra outras coisas, como, por exemplo, instalar um programa – agora instalar de fato. Talvez seja até mais logico, mas, devido ao costume com instaladores para Windows, precisei estudar como fazer isso Linux. Pen-drives e tudo mais são automaticamente reconhecidos.

É uma distribuição leve. A interface gráfica por conta do xfce, mais leve que o KDE, mas tão bom quanto. Os recursos são mais básicos do que os de outras distribuições, porém facilmente substituídos – alguns disponíveis no próprio servidor do Zenwalk – sendo um sistema muito leve.

Em vez de vir com um Office Suite como o OpenOffice, vem com o Abiword e um aplicativo para Excel, ou seja, deixa a desejar um pouco com os ítens de série. Porém, para quem quer apenas um computador para se divertir um pouco, vale a pena. Fácil de usar, usa a mesma lógica do Slackware, e fica ainda mais fácil quando se desvincilia do padrão Microsoft.

Para um próximo post pretendo testar ainda o Kubunto, mas isso não vai ser amanhã. [=

 

sex, 19 dezembro, 2008 at 6:34 pm Deixe um comentário

Microsoft desenvolve aplicativo para iPhone

untitled-2O site PC Magazine Brasil divugou o lançamento do SeaDragon pela Microsoft, um aplicativo similar ao Microsoft Labs para iPhone, já disponível na AppStore. Não é a primeira vez que a empresa desenvolve para plataformas concorrentes, como quando criou um complemento para o Mozilla Firefox, o maior concorrente do Internet Explorer. Segundo a Microsoft, o objetivo do lançamento foi “para se certificar do bom funcionamento da tecnologia em questão em todos os locais, desde um monitor gigante de parede até um dispositivo portátil”

O site ainda afirma que algumas pessoas acreditam que uma versão do Office para o telefone da maçã esteja a caminho, embora absolutamente nada esteja certo.

[via PC Magazine Brasil]

ter, 16 dezembro, 2008 at 4:26 pm 2 comentários

O Grande Acerto da Microsoft

A equipe da Microsoft destinada à programação do Office é insuperável: até hoje, não há programa no mercado que consiga substituir o Outlook e o OneNote, principalmente. O Outlook porque não é um programa destinado apenas aos emails, mas à sua organização diária, enquanto o OneNote à sua organização de idéias.

(mais…)

sáb, 6 dezembro, 2008 at 6:41 pm 1 comentário

Nova tela de boot do Windows 7

Cada vez mais, dar boot no Windows é mais bonito  – e cansativo. No XP, na verdade, não tinha nada de mais, salvo pela tela preta com o logo do Windows e a interminável barra verde – na época, era mais “elegante” do que a tela de boot do 98, o Me e o 2000. No vista, por padrão, aparecia apenas a barrinha verde e depois o logo animado do Vista – embora seja possível trocar a “barrinha” por uma imagem “aurora” no msconfig. Já no 7, o logo se forma a partir de quatro “bolinhas coloridas”. Veja você mesmo:

Será que essas telas são feitas pra destrair o usuário, e ele não perceber a lentidão do boot? Bom, pelo menos eles prometeram um boot mais rápido no 7.

[via Gizmodo]

sex, 5 dezembro, 2008 at 11:39 am Deixe um comentário

O Techmoon faz aniversário

techmoon-aniver-copy

Ainda não foi um ano, portanto vamos dizer que o blog fez meses. Mais especificamente no singular. É que no dia 04 de novembro, foi criado o Techmoon, bastante “cru” e feio. Com o tempo apertado, escrevi várias notícias, e na primeira semana, o blog já estava com mais de três páginas. Tudo pra evitar que os primeiros visitantes encontrassem um espaço vazio. Logo vieram os primeiros comentários (obrigado!), o redesign do header e do logo (ainda é beta!), o FeedBurner e as primeiras visitas de fora do brasil (o botão “Translate!”).

Cada dia mais, o número de acessos crescia, e eu me motivava a continuar,- mesmo faltando tempo livre. Ontem, às vésperas do “aniversário, outra novidade, a entrada do F. do Vacúolo Pulsátil na “equipe” (é… equipe de dois sim… ainda vai entrar mais gente). E o Techmoon continua crescendo.

Se você quer dar a sua opinião, entre na página Contato. Caso queira ajudar a divulgar o blog, entre em Parcerias, amanhã o banner estará disponível.

Pra “comemorar”, um vídeo do “Good OS”, o gOS Cloud para os netbooks. Confira:

Veja mais no site oficial.

qui, 4 dezembro, 2008 at 10:27 pm 4 comentários

Descubra porque você não pode viver sem o 3G – pt2

Parte 1

qui, 4 dezembro, 2008 at 6:29 pm 4 comentários

Erros da Microsoft

microsoftMuitos consideram o Windows Vista como o maior fracasso da Microsoft, e declaram isso colocando que o XP ainda está no mercado e, agora, com um SP3. A verdade é que o povo não gosta de mudanças, como já declarei minha raiva aqui. O Windows Vista Business – ao menos foi a versão que testei, porque Starter, Basic,… nem OS é – tem itens de segurança de acesso mais fácil, e que facilitam (ou não) a vida do usuário, porém exige bem mais do computador em termos de hardware. É por isso que trocar seu OS sem o computador de mais três anos é loucura. 

Não considero o Vista um fracasso. Fracasso, ou melhor, erro eu considero o que Microsoft faz com seus usuários ao acreditar que todos são leigos. Pastas como documents and settings são cada vez mais escondidas, só para dificultar ainda mais a vida de quem vai desinstalar alguma coisa sem ter o arquivo de desinstalação. Excluir todos os rastros de um programa como o Azureus Vuze pode chegar a ser um trabalho de mais de meia hora, quando se descobre o quão fragmentado ele fica no seu pc: é parte pra tudo quanto é lado. Até achar todas e deletar, demora. A Microsoft podia simplesmente fazer com que aquele “instalar e remover programas” não utilizasse só o programa de desinstalação, mas também usasse o regedit e apagasse todos os registros e arquivos deixados pelo programa no sistema – isso sim seria facilitar a vida. Afinal, até hoje me pergunto por que aquilo existe, se eu posso acessar o arquivo de desinstalação sem precisar do “instalar…” da Microsoft.

Há boatos de que as próximas chatices serão eliminadas em pouco tempo, porém, enquanto não são, chamam-se: inúmeros programas padrão. Em todas versões do Windows já testadas por mim – só não usei o 7 ainda – todos têm pelo menos dois programas para fazer a mesma coisa. Bom, para facilitar vamos separar por casos: os dos que têm similares no Office etc e os que têm similares no próprio Windows. Primeiro os que têm similares no Office: tudo bem, o programa não é padrão do Windows, mas poder-se-ia facilitar a vida com a opção de desabilitar e desinstalar o componente. No segundo caso é mais complicado, exemplo: paint e galeria de imagens. Ambos podem editar fotos – para que dois?

Por outro lado, o grande acerto da Microsoft foi a criação do seu Office. Talvez, uma obra prima. Não sei ainda, pois preciso ter dinheiro ou um amigo afortunado e generoso para testar a versão Apple. O que sei é que nem o Google foi capaz de criar um Office tão decente e fácil de usar quanto o da Microsoft. Todos aplicativos são de fácil acesso, rápidos, simples e, ainda, de fácil sincronização de dados com outros programas. Mas uma maior crítica sobre o novo Office 2007 – que eu, ao contrário de (muitos) outros, gostei – ficará para outra hora.

E este foi o meu primeiro post. Não perdoem meus erros!

qui, 4 dezembro, 2008 at 6:22 pm Deixe um comentário

Posts antigos


Techmoon in English

Categorias

Principais mensagens

Enquete

Nosso banner

Contato

Envie sua opinião sobre o blog ou mande uma dica de post. Você pode também escrever seu próprio artigo, mandar seu deskmod, ou fotografar seu setup e enviar para brunosfgoncalves@gmail.com Seu material pode ser publicado aqui no Techmoon! Mais informações em Contato

Direitos Autorais

A reprodução é permitida desde que haja presença da fonte.